Reconhecimento facial na educação para liberação de atividades

A Educação a Distância traz uma série de soluções para os desafios no processo de ensino aprendizagem, todavia a segurança da informação, entre elas, a de saber se quem está fazendo uma determinada atividade é o próprio aluno, garantindo assim mais transparência aos órgãos fiscalizadores, mais flexibilidade aos alunos para poderem participar, principalmente de atividades avaliativas de qualquer lugar e economia para a instituição de ensino no que diz respeito ao custo de fiscalização, torna o uso de reconhecimento facial uma importante ferramenta de apoio na gestão acadêmica.

 

Nossa solução permite utilizar reconhecimento facial para liberar acesso a partir de uma inteligência artificial e sistemas de reconhecimento, comparando uma foto de referência do aluno com uma foto que ele terá que tirar pela câmera, instalada em seu computador ou celular no momento o seu acesso.

 

stepbystepfndbnco.png

 

Confirma a seguir o passo a passo para utilizar este recurso:

  • Na Fábrica de Cursos, ao adicionar ou editar um objeto de uma aluna, pode-se ativar ou não o 'Reconhecimento Facial", conforme imagem a seguir:

  • Isso vale pra todos os tipos de objetos de uma aula (Assistir Aula, Exercícios de fixação, Atividade Prática, Atividade com Anexo e URL Externa), inclusive os objetos importados de outros cursos.
    Com isso a ferramenta permite sua instituição de ensino exigir uso de reconhecimento facial inclusive para acesso as aulas, evitando inclusive o compartilhamento de senhas para acesso aos cursos, se assim desejar.

  • Quando um aluno acessar a plataforma e tentar acessar um curso que tem objeto(s) que exijam reconhecimento facial, o sistema irá cadastrar automaticamente o tipo de anexo "Foto de referência para reconhecimento facial" como obrigatório e com validação. Então, o aluno deverá enviar esta foto na tela de anexos pra ter acesso ao curso, conforme ilustrado a seguir:




 

  • Depois da foto anexada pelo aluno, esta deve ser analisada manualmente pela instituição, aprovando ou não a foto enviada pelo aluno, veja a seguir:

  • Esta foto deverá ter uma boa qualidade pra evitar problemas no sistema posterior de reconhecimento facial.

    Importante! Até que a instituição aprove essa foto, o aluno não conseguirá acesso ao curso, mesmo ele já tendo enviado a foto anteriormente.

  • Depois da instituição ter aprovada a foto, o aluno conseguirá acessar o curso normalmente. Mas quando ele clicar em um objeto que exige reconhecimento facial, irá mostrar uma tela com uma mensagem que ele deve ter uma câmera em seu computador ou celular pra ele poder tirar uma foto dele neste instante, conforme exemplo a seguir:

 

  • Se o aluno não possuir uma câmera em seu computador mostrará a mensagem:

  • Com o aluno podendo tirar uma foto, o sistema irá acessar a câmera do seu computador ou celular e ele poderá tirar a foto no próximo passo:

  • Depois de tirar a foto, o aluno pode usar a foto ou tirar outra. Usando a foto atual, o sistema irá fazer a inteligência de reconhecimento facial
  • Se não conseguir encontrar a semelhança entre as fotos, irá mostrar a seguinte mensagem ao aluno:

  • Se houve semelhança entre as fotos, o sistema irá liberar o conteúdo para estudo.
Informações complementares:
  • Uma vez mostrado a mensagem que o aluno precisa ter uma câmera para ter acesso ao conteúdo,  o sistema não mostrará a mensagem novamente (irá mostrar direto a opção de acesso à câmera pra ele tirar a foto).
  • E uma vez liberado o conteúdo para um objeto de reconhecimento facial, o sistema não irá pedir novamente a foto dele em qualquer outro objeto, mesmo que este esteja exigindo reconhecimento facial, até que o aluno faça um novo login.
  • Uma vez finalizado um conteúdo, se o aluno clicar nele novamente, este não irá pedir o reconhecimento facial novamente.
  • O recurso também funciona em celulares ou computadores com múltiplas mais de 1 câmera (por exemplo câmera frontal ou traseira). Neste caso o aluno poderá escolher umas das câmeras num combo que será mostrado pra ele para este casos.

 

Quanto custa este serviço?

 

Este serviço tem um custo US$ 4.90 de dólar para cada 250 ações de reconhecimento. Lembrando que uma vez que o aluno acesse a plataforma e faça seu primeiro reconhecimento facial, os demais durante esta mesma sessão não geram custo.

Tomando como exemplo um aluno que faça 1 atividade por semana com reconhecimento facial (uma prova por exemplo), este terá 4 sessões com reconhecimento facial, portanto o custo com este aluno será de US$ 4,90 x R$ 5,67 (cotação do dólar no ato da construção deste tutorial) / 250 ações x 4 (sessões ao longo do mês do aluno em questão) = R$ 0,45 /mês por aluno nesta simulação.

 

Para todos os clientes no Plano Profissional, é garantido 500 sessões de reconhecimento por mês gratuitamente.

Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.